sábado, 23 de fevereiro de 2019

Balanço de atendimento realizado pelo Centro do Empreendedor

O atendimento é rápido e sem burocracia, sendo uma ótima oportunidade para os micros empreendedores se formalizarem.

O Centro do Empreendedor de Colombo promoveu entre os dias 11 e 15 de Fevereiro 2019 – a Semana DASN (Declaração do Simples Nacional), com atendimento gratuito aos MEIs (Micro Empreendedores Individuais).
Durante a semana foram realizadas 92 declarações anuais, além de todos os serviços oferecidos diariamente ao MEI. O prazo para as declarações estende-se até 31 de maio de 2019. O atendimento é rápido e sem burocracia, sendo uma ótima oportunidade para os micros empreendedores se formalizarem.
“Você que é MEI (Micro Empreendedor Individual) e ainda não fez sua declaração anual, venha até a sala do empreendedor na Avenida: João Batista Lovato, 152, centro, e fique em dia com suas obrigações fiscais”, ressaltou o Secretário de Indústria, Comércio, Turismo e Trabalho Antonio Ricardo Milgioransa.
Vale ressaltar, que o Centro do Empreendedor de Colombo oferece consultoria e oficinas (cursos) gratuitas e ministradas por consultores do SEBRAE na Sala do Empreendedor.
A primeira oficina (curso) acontecerá dia 27/03 com o tema: Aumentando suas vendas. As Inscrições estão abertas, para mais informações na sala do empreendedor. (041)3656-6181.

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

Curso de Desenho na Biblioteca Pública Municipal Rui Barbosa

A Biblioteca Pública Municipal Rui Barbosa, localizada na Rua Francisco Camargo, 124 – Colombo – Sede – realiza a partir do dia 11 de março, o Curso de Desenho – em dois períodos, 10h às 11h e das 13h30 às 14h30, ministrado pela professora Cintia Stapassoli.

A iniciativa promovida Secretaria Municipal de Esporte cultura e Lazer por meio do Departamento de Cultura – visa desenvolver as habilidades artísticas, treinar a destreza e a habilidade motora, além da memória visual, a criatividade, a identificação das estruturas, proporções, estudo de luz, sombra e perspectiva.

As inscrições estão abertas e podem ser realizadas na Biblioteca ou pelo telefone 41 3656-1400. O valor da taxa mensal é de R$ 30,00.


quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

Santa Casa e a intervenção judicial

A gestão de J. Camargo não se importou com o fechamento da Santa Casa e as dívidas contraídas ao longo dos anos.

Para que o cidadão entenda a situação, a Santa Casa não pertence à prefeitura, ela é uma entidade particular, portanto não pode receber recursos da prefeitura deliberadamente, principalmente se suas prestações de contas estiverem em desconformidade com o que é exigido por lei.

Beti, em sua gestão, fez o que a maioria achava impossível, buscando recursos e a revitalização do hospital para a posterior reabertura da mesma.

Beti garantiu o funcionamento da Santa Casa, mas a péssima administração conseguiu “desaparecer” com R$ 1 milhão.

A Santa Casa ainda não conseguiu justificar perante a justiça o “desaparecimento” de R$ 1 milhão de reais referente aos R$ 4 milhões que foram repassados para prestação de serviços de consultas e exames. Por conta dessa situação, a justiça impede que a prefeitura repasse os recursos enquanto a administração da Santa Casa não comprovar o uso do dinheiro recebido.

Nos últimos dias, cansada de esperar, Beti cobrou uma posição da justiça sobre a situação, pois quem está “pagando o pato” pela irresponsabilidade administrativa da Santa Casa é o povo.

O que está sendo escondido que não pode ser revelado e resolvido?

Estaria o grupo 100% Colombo por trás deste “interesseiro” problema? Sabemos da ligação do grupo com a Secretaria de Saúde do estado.

Teria o perfil fake Paulina Martins, sido beneficiado com o dinheiro que “desapareceu”?

Prestação de contas é imprescindível para entender a real situação da instituição hospitalar de caráter filantrópico.

Em reunião com a juíza do Fórum Regional de Colombo, Claudia Harumi Matumoto, a prefeita Beti Pavin acompanhada do secretário de Saúde, médico Antoninho Barth, solicitou respostas da justiça sobre a situação da instituição hospitalar de caráter filantrópico Santa Casa de Misericórdia.

“Precisamos saber o mais breve possível, qual é a real situação da Santa Casa e quais os caminhos que a justiça irá tomar para resolver de uma vez por todas esta questão, porque o povo não aguenta mais esperar”, disse a Prefeita.

De acordo com Beti, a celeridade no sentido de definir os encaminhamentos como a prestação de contas, credores a receber e passivos trabalhistas a serem pagos, são fundamentais para que, quem for assumir, saiba a real situação dos dividendos da instituição hospitalar que está inoperante.

“Precisamos que a empresa que assumiu a interdição da Santa Casa apresente num curto espaço de tempo, o levantamento das dívidas da entidade”, explicou.

A Santa Casa, por estar em insolvência devido a má administração anterior, encontra-se em interdição judicial, e tem desde agosto passado, uma empresa nomeada pela justiça para verificar a situação financeira da instituição.

“O poder de decisão está nas mãos da justiça, por isso pedimos respostas para o destino das atividades deste espaço que é de extrema importância para o setor de saúde do nosso município”, informou o secretário de Saúde, Antoninho Barth.

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

Unidades de Saúde abrem aos sábados para vacinação contra a Febre Amarela

A vacinação ocorrerá no dia 23; a imunização é destinada as pessoas na faixa etária dos 9 meses aos 59 anos.

Devido ao avanço da Febre Amarela no Paraná, todas as 24 Unidades de Saúde estarão abertas no dia 23 de fevereiro, das 8h às 12h, para vacinar pessoas na faixa etária dos 9 meses aos 59 anos.

Para ampliar as ações de intensificação da imunização, o município contará ainda com o ponto de vacinação contra a Febre Amarela no Pronto Atendimento Alto Maracanã, das 13h às 22h, diariamente.




terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Programa de Governança Municipal abre inscrições para servidores

São três opções de cursos são disponibilizadas aos servidores do município de forma gratuita; Objetivo é aprimorar e capacitar o serviço público.

O município de Colombo aderiu ao Programa em Governança Municipal do Brasil, uma parceria do Município com a Itaipu, em convênio com o Parque Tecnológico Itaipu (PTI) que busca aprimorar e capacitar a gestão dos municípios do Paraná.


O programa dispõe de workshops gratuitos e com metodologias inovadoras aos servidores. “É um método inédito de qualificar nossos servidores, desenvolvido de uma forma que seja de fácil acesso para todos e também que auxilie e melhore ainda mais o serviço público em nossa prefeitura”, destacou o secretário de Administração, José Mauri Henemann.

Sobre o curso

Serão ministradas três disciplinas: Administração Pública Inovadora, com foco nos princípios da administração pública, governança pública e direito administrativo e instrumentos de controle da administração; Compras e Licitações Públicas, em que serão estudados assuntos como compras governamentais, prestação de contas e teoria geral das licitações e Marketing, Comunicação e Liderança com destaque ao estudo de marketing de serviços públicos, processo criativo aplicado à comunicação e comportamento e relacionamento organizacional.

De início, os três módulos do Programa serão compostos por workshops, grupos de estudo e pesquisa, seminários de integração, além de acesso a uma moderna plataforma com livros digitais e videoaulas com professores renomados no mercado.

 

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

CADÊ O DINHEIRO DA FESTA DA UVA?

TRADIÇÃO MANTIDA

A última Festa da Uva provocou as mais variadas discussões nas redes.

Beti, com propósito de economizar para o município, havia cancelado a festa mais tradicional de Colombo. Mas a tal economia impactou negativamente a cidade, afetando principalmente os produtores rurais, além do turismo.

O impacto negativo na população de Colombo também pôde ser percebido e os comentários de insatisfação foram dos mais diversos.

A prefeita, sensibilizada com os transtornos que o cancelamento provocou, decidiu ouvir a voz do povo e retomou, para a alegria da imensa maioria, a festa mais popular da cidade.

Tal medida causou desespero no grupo de oposição da prefeita, também conhecido como 100% Colombo, que de 100% nada tem.

O grupo iniciou suas mentiras costumeiras, alegando que a festa era uma afronta ao povo colombense, algo desnecessário, pois, foi o próprio povo quem pediu pelo retorno da festa e os dias, com lotação quase completa no Bosque da Uva, comprovam o desejo da população.

Desmascarada uma das mentiras, o grupo plantou uma nova, sobre o absurdo das atrações contratadas para a Festa, mas que foram escolhidas por ampla votação pelos próprios cidadãos de Colombo.

Desmascarada mais uma mentira, partiram então para o apelativo pronunciamento de que a festa teria dado um prejuízo de R$ 1 milhão de reais, algo totalmente sem nexo, afinal, para tal prejuízo, seria necessário o fracasso completo da festa, algo que qualquer um que tenha tido acesso ao Bosque notou que não ocorreu.

A festa de 2019 foi sucesso completo de público e de imagem para Colombo e ainda resgatou a tradição para a cidade. Moro há 40 anos em Colombo e a falta da festa deixa uma lacuna imensa na história da cidade.





MAS CADÊ O DINHEIRO DA FESTA?


Já que estamos na fase de cobranças financeiras sobre a Festa da Uva, pergunto ao senhor Helder e seus asseclas; que fim levou o dinheiro da Festa da Uva de 2011?


O senhor Helder era um dos vereadores na gestão J. Camargo, mantinha laços firmes de amizade e apoio ao então prefeito e, portanto, jamais questionou o mesmo sobre o roubo do dinheiro da festa.

Acontece que a novela foi muito além do que o povo poderia imaginar e investigações apontaram para a irmã do prefeito. As investigações levaram ao nome de Jeirnes Marcondes de Souza, como envolvido no roubo de cerca de R$ 240 mil.

Segundo depoimento, tudo foi armado por Maria Amélia de Camargo, irmã do ex-prefeito de Colombo, J. Camargo.

Maria Amélia de Camargo, ocupava o cargo de Secretária Municipal da Fazenda, e no depoimento do assaltante, a irmã do ex-prefeito de Colombo, J. Camargo, mantinha um relacionamento amoroso com ele.

Isso exposto, gostaria de uma resposta objetiva do grupo 100% Colombo, sobre onde foi parar o dinheiro da Festa da Uva de 2011 e por quais motivos o grupo mantém ligações diretas com ex-prefeito? Mesmo sabendo do envolvimento de parentes do ex-prefeito no acima exposto e do mesmo em outras situações deselegantes sobre o mau uso do dinheiro público, além ainda de responder vários processos.

O povo quer saber:

  • Teriam os responsáveis pelo perfil fake Paulina Martins (servidor de Colombo), envolvimento no roubo do dinheiro?
  • Algum servidor concursado tem envolvimento com perfil fake de Paulina Martins?
  • Algum servidor concursado da TI da prefeitura já foi sustentado pelo ex-prefeito e tem envolvimento com o perfil?
  • Porque o grupo 100% Colombo desvia do assunto sobre o roubo da grana da Festa da Uva de 2011?

Prejuízo não é roubo, e até que se prove o contrário, a Festa da Uva de 2019 não deu prejuízos aos cofres de Colombo. Já a de 2011... 


domingo, 17 de fevereiro de 2019

Pavimentação da Rua José da Silva Fontoura está em fase de conclusão

Foram investidos R$ 417.966,50 em 390,57 metros de pavimentação.

Com mais de 90% dos serviços concluídos, as obras de asfalto na Rua José da Silva Fontoura – trechos entre a Rua Paulo Milani até a Rua Felício Falavinha – estão em fase final de conclusão. O serviço é promovido pela Prefeitura de Colombo, por meio da Secretaria de Obras e Viação em parceria com a Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão – para as obras que integram o Programa de Pavimentação Comunitária.

“As obras trarão mais segurança, tanto para os moradores como também para os motoristas e pedestres. Com as ruas asfaltadas, sinalizadas e com toda a infraestrutura necessária, a população pode ter mais qualidade nas vias”. disse a Prefeita de Colombo, Beti Pavin.

No total, foram investidos R$ 417.966,50 – em 390,57 metros de pavimentação.  A Rua José da Silva Fontoura, já conta com galerias pluviais, paisagismo, bocas de lobo, rampas de acesso e passeio (calçada e ciclovia compartilhadas).

“As equipes estão concluindo os últimos trabalhos, iniciando a pintura. Em breve serão instaladas as sinalização e placas”, explica o secretário de Obras e Viação, Agnaldo Santos.
Vale lembrar, que as obras contam com os recursos próprios do município em parceria com os moradores que integram o Programa de Pavimentação Comunitária.




 

sábado, 16 de fevereiro de 2019

Inscrições abertas para 25° Taça da Uva de Futsal

As vagas são limitadas a 32 equipes; a competição inicia no dia 03 abril com jogos as terças e sextas-feiras.

As inscrições para participar da 25° edição da Taça da Uva de Futsal estão abertas até o dia 20 de março e as vagas são limitadas a 32 equipes. O evento esportivo é promovido pela Prefeitura de Colombo por meio da Secretaria de Esporte, Cultura, Lazer e Juventude.

A competição inicia no dia 03 de abril com jogos toda terça e sexta-feira. Ao término da Taça da Uva, serão premiados o primeiro, segundo, terceiro e quarto lugar. Além disso, receberão premiações o artilheiro da competição, o melhor goleiro, melhor técnico, craque do campeonato e equipe mais disciplinada.

Para o secretário da pasta, Paulo Cesar Cardoso, a expectativa em relação à competição é positiva. “Estamos orgulhosos e otimistas, pois é uma grande oportunidade de interação entre os jogadores do município, além de contribuir com momentos de lazer e incentivar o esporte em nossa cidade,” disse.
Vale lembrar que o Congresso Técnico para definir o regulamento dos jogos será realizado no dia 23 de março, às 19h30, na Sede do Departamento de Esportes, na Rua XV de Novembro, nº 82 – Centro.

Mais informações sobre a inscrição e a competição, no Departamento de Esportes, telefones: 3656-8150 / 3605-1274 / 3606-1687.

Taxas
Taxa de inscrição: R$ 150,00
Taxa de arbitragem: R$ 40,00
Taxa de Caução: R$ 200,00 – Será devolvida para a equipe no término da competição se não houver WO

 

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019

DERROTA COXA PROVOCA NOVO XILIQUE DA MÍDIA DE CURITIBA

CRISE NA INDÚSTRIA DE PAPEL HIGIÊNICO

Estoques em alta nos supermercados estão provocando o descontentamento das indústrias de papel higiênico contra a mídia curitibana, principalmente com o advogado/blogueiro, que segundo informações, tem suas colunas como as mais “utilizadas”.

Cada dia que passa, a situação fica mais complicada para os lados do jornal, que já foi o campeão de vendas, mas despenca diariamente devido a rejeição dos paranaenses e além disso, vê suas dívidas aumentarem dia após dia. Os valores, que há 1 ano atrás estavam em R$ 100 milhões, deram um salto significativo. A melhor saída poderia ter sido uma negociação com o Grupo RBS, que no fim, por notar a antipatia dos paranaenses quanto ao jornal e ao grupo, desistiu de jogar dinheiro no “cesto do banheiro”.

Para tentar angariar ainda alguma audiência, o grupo insiste em notícias fakes sobre o Athletico, único clube sério de futebol em Curitiba, com a esperança que o clube abra os cofres e pague boa soma em dinheiro, para "poderem" falar bem do Furacão. Não basta o clube sustentar o advogado/blogueiro, que já levou do Athletico a “mamata” de R$ 4 milhões numa tacada só e amontoa processos de jogadores em sua mesa contra o Furacão, parece não ser suficiente para essa turma.



GAZETA COXA

O CT do Coxa está sem alvará, com diversos problemas e 5 anos de atrasos nos pagamentos de tributos para o município de Colombo. O CT segue “trabalhando” e apenas após nossa denúncia, a administração do Coritiba está buscando alternativas para deixar a situação em ordem.

A verdade levada ao conhecimento público em nossa matéria, despertou a ira da Gazeta coxa, que logo buscou inventar algo com intuito de rebater nossa denúncia.

Nos chegou a informação ainda, que o jornal tinha todo e total conhecimento dos problemas que ocorrem no CT do Coritiba, bem como nas estruturas do Estádio Couto Pereira, mas que teria um “acerto” para não divulgar mais problemas existentes nos verdes. Parece que não se preocupam com vidas humanas, apenas com o “cascalho”.

Para desespero maior de todas as mídias curitibanas Anti-Athletico, o coxa levou um “atraso” do URT, está eliminado da Copa do Brasil e perdeu a chance de angariar uma verba extra para poder quitar algumas de suas pendências.

Aliás, dinheiro dificilmente o Coritiba verá em 2019, pois a crise é tão grande, que até mesmo as cotas de TV da Série B, que seriam destinadas ao clube, foram penhoradas para pagamento de ação trabalhistas.


Em março de 2018 levamos ao conhecimento público, denúncias de um conselheiro sobre as dívidas do Coritiba e as quase 700 ações trabalhistas. 


LEIA MAIS AQUI Conselheiro avisou: “Coxa prestes a morrer! Só um Petraglia poderá nos salvar!”


ATHLETICO O MAIS ODIADO

Vamos supor, (escrevi: "vamos supor") que o Athletico estivesse com o alvará em atraso (irresponsabilidade que não pode ocorrer jamais), ainda assim, o alvará, mesmo em atraso é sinal de que o local está legalizado pela prefeitura. 


Um alvará inexistente é muito mais danoso a todos que usufruem do imóvel e do projeto e até mesmo ao povo da região, pois o local não tem a devida aprovação e segurança para funcionamento.

Você que ainda é jovem, que desconhece o passado da mídia paranaense, nem imagina quanta sujeira a mídia paranaense esconde embaixo de seus tapetes.

Por anos o Athletico foi refém e vítima da mídia que sempre defendeu o Coritiba. Não é de agora que o Furacão é odiado pela Gazeta, afinal, os fundadores e administradores do jornal por muitos anos se declararam “coxas roxos”!

O Declínio do Coritiba e Gazeta coxa, nada mais é do que a própria justiça divina sendo instalada no futebol paranaense. Ambos os 2 grupos, devem muito não só ao Athletico Paranaense, mas a todos os clubes do estado, que foram sorrateiramente manipulados e roubados seguidamente por décadas.

Acha que mentimos quando falamos em manipulações de resultados? Munir e Evangelino, ex dirigentes coxas nas décadas de 60, 70,80 e 90, assumiram abertamente, que faziam negociatas obscuras em favor dos verdes e que muitos clubes foram prejudicados ao longo dos anos e com conhecimento até mesmo da FPF e da mídia curitibana. Pesquise nas redes e encontrará muitas matérias!

As mentiras da gazeta valem como recado para todos que não aceitam mais serem manipulados.

O novo lema do jornal higiênico é “Não mexam com nosso coxa”!


Vacinação contra a Febre Amarela

Unidades de Saúde intensificam vacinação contra a Febre Amarela.

A meta da secretária, é vacinar aproximadamente 169.374 pessoas, dentro da faixa etária de 9 meses a 59 anos 11 meses e 29 dias.


As Unidades Básicas de Saúde de Colombo começaram nesta segunda feira, 04, a Campanha de Vacinação Contra a Febre Amarela em todas as 24 Unidades de Saúde, a ação se estenderá até o dia 28 de fevereiro.  As salas de vacinação também iniciam os atendimentos mais cedo, a partir das 7h. Já nos dias 16 e 23 de fevereiro (sábado) – o horário de funcionamento será das 8h ao 12h (exceto unidade Guaraituba e Jardim das Graças).

A iniciativa promovida pela Prefeitura de Colombo, por meio da Secretária de Saúde intensificou a vacinação devido os recentes casos da doença confirmados em Antonina e Adrianopólis. “São regiões relativamente próximas, por isso ligaram o alerta para o surgimento de novas ocorrências. E queremos prevenir que a doença chegue no município”, destacou o Secretário da pasta, Dr. Antoninho Barth.


A meta da secretária, é vacinar aproximadamente 169.374 pessoas, dentro da faixa etária de 9 meses a 59 anos 11 meses e 29 dias. Vale lembrar, que o verão costuma ser o período de maior incidência da doença, as fortes chuvas e a incidência de água parada aumentam os riscos de casos.

“É importante que a população saiba como combater o mosquito e quais são os sintomas da doença para que procure um atendimento adequado. Os agentes de saúde e as Unidades Básicas de Saúde estão à disposição da população para informar e ajudar no que for preciso” afirmou Dr. Antoninho.
A população deve ficar atenta aos sintomas da Febre Amarela que são: dores musculares (pernas, costas, abdominal), calafrios, fadiga, febre, mal-estar ou perda de apetite, náuseas, vômitos, dor de cabeça, olhos e pele amarelados.


Em casos de suspeitas ou se esteve em área de circulação do vírus, além de apresentar dois ou mais sintomas citados é necessário procurar atendimento médico imediatamente. “Assim o paciente será avaliado e será realizada a coleta de exames para esclarecimento do diagnóstico”, finaliza o secretário.

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019

CT DO CORITIBA NÃO TEM ALVARÁ

TODO MUNDO EM PÂNICO

Após a tragédia ocorrida no CT do Flamengo, o desespero tomou conta dos clubes do futebol brasileiro.

São Paulo

A prefeitura de São Paulo apertou o cerco contra os clubes da capital, São Paulo, Palmeiras, Corinthians, Portuguesa, Nacional e Juventus. Todos os alojamentos da capital que não tenham licença de funcionamento ou que não estejam em conformidade com as normas vigentes de segurança estão temporariamente suspensos, sejam base ou profissional.

O Palmeiras transferiu atletas da base para um hotel. O alojamento da base do Corinthians está operando de forma irregular. O São Paulo trocou o CT da Barra Funda pelo CT de Cotia.

O Santos já tem vários problemas, principalmente com o CT Meninos da Vila, que está abandonado há muito tempo e o MP exige a devolução do terreno para a cidade de Santos, por ter sido uma doação feita em 1990 pela prefeitura, mas que não teve o seu acordo cumprido por parte do clube.

Rio de Janeiro

No Rio de Janeiro o absurdo da desorganização e desleixo dos clubes é ainda maior.

Os CT´s de Vasco e Fluminense, além de precários, não possuem alvará de funcionamento, entre outros problemas, principalmente o de desvio de informações sobre a utilização dos espaços dos mesmos. O Vasco teve ainda as obras do CT embargadas por falta de licenciamento. Os dois clubes tiveram seus CT´s interditados.

No caso do Flamengo, quanto mais se investiga, mais irregularidades aparecem.

O CT do Botafogo foi interditado pela Polícia Civil.

Minas Gerais - Cruzeiro e América também não possuem alvará de funcionamento para os alojamentos de categoria de base.

Rio Grande do Sul - O Grêmio não tem licença do município de Eldorado do Sul para o alojamento das categorias de base. As dependências possuem Alvará de Prevenção e Proteção Contra Incêndio (APPCI), porém não tem a licença do município para o funcionamento.

Ceará - Fortaleza e Ceará estão com suas situações totalmente irregulares.

Alagoas - CSA E CRB não possuem alvará de funcionamento de seus CT´s.


Pelo menos 95% dos clubes brasileiros estão com situações irregulares!



ENQUANTO ISSO EM CURITIBA

O Coritiba, por ocasião do Athletiba, solicitou ao TJD interdição da Arena da Baixada. A exigência coxa foi veiculada por todos os meios de comunicação da cidade e alardeada por Gazeta, Tribuna, UOL, Napoleõe$, Mafuze$ e etc, que $implesmente ignoraram um problema muito maior.

Enquanto sobre o Athletico, qualquer "whats" vira matéria, para o Coritiba o serviço de "informação" ocorre ao contrário, com aconselhamento prévio para que se coloque a situação em ordem, antes que outro veículo de comunicação sério dê a notícia. Lamentável!

Localizado na Estrada da Graciosa, 2687, bairro Canguiri, município de Colombo/PR, o Centro de Treinamento do Coritiba não possui alvará de funcionamento.

O clube está providenciando a regularização desde a última quarta-feira (13/02), mas para isso terá que colocar em dia 5 anos de tributos municipais em atraso.

O imóvel já está com a licença dos bombeiros.

Se a situação ilegal e constrangedora fosse com o Athletico, a Gazeta e o UOL estariam culpando o Petraglia e pedindo cadeia para o dirigente do Furacão!


O Coritiba já foi perdoado de uma dívida milionária de quase 90 anos de IPTU's atrasados, dinheiro público, que o povo do Estado do Paraná jamais viu a cor. O atraso quase levou o estádio a leilão. Lembrando que o estádio Couto Pereira foi construído com a extração de verba da UNIÃO, dinheiro público (jamais quitado), através da loteria esportiva e a colaboração da mão de obra do exército, portanto sem pagamento pela mão de obra utilizada na construção. Problemas de estrutura no estádio já sinalizam para que o clube busque caminhos alternativos de recuperação das estruturas, para que não haja interdição em breve, caso os problemas se agravem ainda mais.


CT E ESTÁDIO DO ATHLETICO

Referência, respeito, organização e responsabilidade, fazem do CT do Athletico o exemplo para o Brasil.

Durante anos, a maioria dos clubes do eixo deixaram de lado suas estruturas, mesmo tendo a disposição cotas de mídia absurdamente mais elevadas que o Furacão, jamais se dispondo a priorizar o essencial que é a vida humana, seja em CT´s ou estádios de futebol.

A Arena da Baixada é um monumento de orgulhar seu torcedor e dar inveja nos outros.

Lamento o fato de existirem “athelticanos” que dizem não gostar do estádio, pelo simples fato das cadeiras não serem vermelhas. Absurdos existem em todos os lugares, asnos também!

O certo é que se Mario Celso Petraglia não tivesse tomado a frente de todas as edificações em favor do Furacão, provavelmente o clube não teria problemas com a justiça, afinal, nem CT haveria de ter sobrado para aquele time que estava pobre, endividado e falido.