sexta-feira, 14 de julho de 2017

O ORGULHO DE JOFRE CABRAL




Caro Jofre
Circula por estes dias um texto que pensam ser realidade
Colocando em questionamento tudo que se construiu sem um mínimo de sensibilidade
Acontece caro Jofre que lembro bem o que disse antes de seu último suspiro mortal
Apenas não deixar seu Atlético morrer
Foi seu pedido final

Nem mesmo você conseguiu tornar campeão um time com craques impressionantes
Mesmo trazendo campeões do mundo e um elenco brilhante
Mas você com certeza onde estiver deve se orgulhar
Aquele Atlético pobre e pequeno cresceu e até o Brasil veio a conquistar
Por pouco não conquistou as Américas e o mundo
Mas há tempo ainda para esse sonho realizar

As estrelas no peito provam que seus sonhos se tornaram realidade
Mas alguns incautos entoam teu nome propagando mentiras e desonestidade
Esquecem eles que nosso glorioso símbolo se tornou um Furacão
E que por onde passa balança tudo sem perdão, até mesmo as próprias estruturas
Crendo que em datas futuras maior ainda será
E com toda força e glória mais forte esse Furacão soprará

Seu Atlético tem estádio próprio, o mais moderno do Brasil
Sediou até Copa do Mundo e nele ninguém sente a chuva ou o frio
Tem CT de clube europeu, jogador de seleção
Troféu de campeão brasileiro e estrutura de campeão
Caminha a passos largos para ser absolutamente eterno
Provando que o tempo é o senhor da razão

Caro Jofre, seu Atlético não morreu e jamais morrerá
Não creia em falsas palavras de torcedores imediatistas
Que ao contrário de ti saboreiam muitas conquistas
Apenas a ingratidão os deixam cegar
Poucos carregam o lema de Atlético até a morte oriundo em sua fatalidade
E poucos entenderam que mais que vitórias e títulos o Atlético é feito de passionalidade

Ah Jofre você deveria estar aqui para ver o que seu Atlético veio a se tornar
Um verdadeiro Furacão que até mesmo o Brasil inteiro teve que respeitar
Até no exterior o Furacão soprou e sopra forte
Foi por competência e não por pura sorte
E com isso nosso hino o mais belo
Muitas outras línguas passou a silenciar

Onde estiver sei que estás a se orgulhar
E paciente como foi sei que também saberás esperar
O momento mágico e único que ainda irá nos eternizar
Nada morreu e seu Atlético respira pulsante
Pronto para explodir e de vermelho e preto o universo colorir
Colocando o troféu de campeão mundial em sua estante...
 

6 comentários:

  1. Robson, como sempre, espetacular

    ResponderExcluir
  2. Robson, como sempre, espetacular

    ResponderExcluir
  3. Aplausos de pe....texto maravilhoso.

    ResponderExcluir
  4. Prezado Robson:
    Não o conheço, mas suas palavras são verdadeiras e respeitosas, o Atlético hoje é Gigante, cumpriu o dito pelo meu pai antes do falecimento.Agradeço a lembrança e o texto respeitoso. Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma honra para mim receber tão nobre comentário do filho de um ilustre e eternizado Atleticano!

      Excluir